COMPARTILHAR
Ricardo Lima - Liga SuperPoker
Ricardo Lima - Liga SuperPoker

A Liga SuperPoker conheceu nessa quarta-feira (24) o campeão do torneio Super High Roller, na plataforma PPPoker. Trata-se do paulista e jogador recreativo Ricardo Lima, que joga sob o nick “2much$”. Além de cravar diferentes títulos ao vivo, o competidor agora conquistou uma enorme cravada também nos feltros virtuais.

Para chegar ao título, Lima superou um field de 162 ações, faturando um prêmio de R$ 198.376. Na segunda posição, “Guillis” ficou com R$ 97.810, enquanto “Azsxc”, em terceiro, levou para casa R$ 59.729. Ao todo, o torneio entregou R$ 729 mil em premiações.

VEJA MAIS: H2 Online cria ação especial para próximo Super Million da Liga SuperPoker

O paulista exaltou o título. “A felicidade que uma cravada dessas traz não tem preço!”, comemorou. “A gente passa dias jogando o dia inteiro, torneios gigantes que você chega lá na frente e cai. Passa horas quebrando a cabeça em tudo que é spot para chegar em uma mesa final e cair em 9º, por exemplo. A diferença é brutal. Quando você chega lá e crava, a sensação é indescritível. Estou muito feliz”, festejou o campeão.

Por mais que não faça do poker a sua profissão, Lima confessou dedicação pelo esporte da mente. “Apesar de recreativo, eu sempre tento estudar e aprender com os profissionais”, disse. “Estou sempre discutindo mãos com pessoas que respeito muito e se tornaram grandes amigos, como o Caio Hey, que é quem me chamou para participar do Clube das Estrelas”, completou o jogador.

VEJA MAIS: Liga SuperPoker dará mais de 300 vagas para o Super Million através de satélites no PPPoker

O campeão também explicou que passou a jogar ainda mais poker durante esse período de quarentena. “Eu tenho um restaurante que, por motivos óbvios, está fechado”, revelou. “Desde que começou o isolamento social, tenho jogado entre quatro e cinco dias por semana, sem parar. Tive alguns ótimos resultados e isso me motiva a continuar jogando”, disse Lima.

No caminho da vitória, o jogador teve alguns momentos de apreensão. “Minha maior dificuldade no torneio foi quando faltavam 6 ou 7 left”, contou. “Abri do hijack com AQ, 30 big blinds eff e tomei um 3-bet do botão, que era o CL. Eu 4-betei all in e tomei call de AK. Aí aquele flop maravilhoso trouxe minha Q, e o resto é história. A estrutura do torneio é maravilhosa, a Liga SuperPoker está de parabéns”, finalizou Lima.

Para mais informações, acesse o site oficial da Liga SuperPoker.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.