COMPARTILHAR
Seleção Goiana de Poker campeã do CBPE
Seleção Goiana de Poker campeã do CBPE

Repetindo o que aconteceu nas últimas edições do Campeonato Brasileiro de Poker por Equipes (CBPE), não faltou emoção até conhecer o grande campeão. Após oito horas de disputa, a Seleção Goiana sagrou-se campeã da disputa.

Tendo avançado para o Dia Final na quinta colocação com 47 pontos, a equipe do Centro-Oeste contou com um Dia Final arrasador para garantir o título. Dos seis representantes, a equipe chegou ao 3-handed com quatro jogadores, sendo que três foram até o heads-up.

VEJA MAIS: Tá na Mão: Bernardo Rocha acerta leitura do adversário no heads-up do CBPE

Na reta final da disputa o cenário era o seguinte: a Seleção Goiana de Poker iniciou o heads-up contra a Seleção Tocantinense tendo a metade das fichas. Do outro lado, o embate era entre paulistas e gaúchos. No caso de derrota da equipe do Centro-Oeste, quem vencesse o confronto se consagraria campeão.

Os três jogadores que “carregavam” os estados nas costas eram João Paulo Gomides “Tiltilnha”, por Goiás, Lorenzo Bazei, representando Rio Grande do Sul, e o experiente Norson Saho para São Paulo. O duelo entre a seleção do sudeste e do sul durou mais de duas horas, com Bazei tendo grande vantagem em fichas.

Determinado a buscar o inédito título para seu estado, Tiltinha rapidamente conseguiu não só igualar como também abriu enorme vantagem. Após uma hora de um duelo intenso e cheio de provocações, a Seleção Goiana de Poker confirmou a vitória. “Eu já passei por grandes pressões jogando, mas essa foi uma das maiores. O João Bauer até brincou, que sobrou pra quem tinha que sobrar, porque eu gosto de jogar assim. Consegui jogar bem, foi um ótimo heads-up e graças a Deus deu tudo certo”, comemorou o jogador que decidiu o título.

Comemoração do título da Seleção Goiana de Poker
Comemoração do título da Seleção Goiana de Poker

Os demais jogadores integrantes da Seleção Goiana de Poker são João Bauer, Artur Guerra, Sérgio Capps, Kelly Manze e Gustavo Luz.

Gustavo falou da importância do trabalho coletivo para a conquista. “Nós trouxemos uma equipe, que talvez não fosse tão forte quanto Rio Grande do Sul ou São Paulo, mas cada um fez o seu dever, deu o máximo. Fomos dando um passo de cada vez e no final deu tudo certo”.

VEJA MAIS: Segundo dia do BSOP Winter Millions marca início do Main Event e decisão do CBPE

Kelly foi uma que conseguiu alcançar o heads-up na fase decisiva. A jogadora exaltou essa característica da equipe de briga por cada ponto. “Nós batalhamos muito. Eu lutei com muita garra no heads-up contra o Cássio Kiles, tentei a vitória a todo momento. Sai de Goiás falando para meus amigos que ia trazer esse título e consegui ajudar nessa conquista”.

Artur era um dos mais apreensivos. No primeiro dia, conquistou 16 pontos dos 20 possíveis, mas devido a um começo ruim em seu Sit & Go no Dia Final, restou para ele torcer para seus colegas de equipe. “Eu fiquei o dia inteiro sofrendo, agoniado. Mesmo não valendo um centavo, nunca senti uma emoção tão forte”.

Mais experiente entre os jogadores do CBPE, Sérgio também falou da adrenalina da conquista, apesar de não ter nenhum valor envolvido. “Ter que representar o seu estado é muito mais importante que qualquer dinheiro. Ter essa responsabilidade acaba sendo mais tenso, mais nervoso, pois não é você, é uma seleção, por todos que torcem pela gente”.

Principal nome do estado, Bauer desabafou sobre enfim chegar a essa conquista. “Eu devo ser o único que joguei todas as edições. Estava com o grito de campeão entalado na garganta, mas agora saiu”.

Pódio do CBPE
Pódio do CBPE

Única treinadora do CBPE, Lidiane Moutinho fez questão de falar o critério para selecionar os jogadores. “O meu critério foi representatividade. Tenho certeza ficou claro que eles representaram muito bem nosso estado”.

VEJA MAIS: Dias 1A e 1B do Start-Up do BSOP Winter Millions classificam 158 jogadores; confira o chip count

Minutos após a confirmação da vitória de Goiás, Lorenzo superou Norson e o estado do Rio Grande do Sul ficou com a segunda colocação. Restou para São Paulo a terceira colocação.

O SuperPoker irá trazer todas as emoções da reta final do Main Main Event do BSOP Winter Millions. A equipe será comandada por Victor Marques, Fábio “Deu Zebra” Monteiro e JP Braga.

Confira a classificação da mesa final:

1º – Goiás – 97 pontos

2º – Rio Grande do Sul – 94 pontos

3º – São Paulo – 86 pontos

4º – Paraná – 85 pontos

5º – Sergipe – 80 pontos

6º – Pernambuco – 77 pontos

7º – Rio de Janeiro – 67 pontos

8º – Ceará – 66 pontos

9º – Alagoas – 65 pontos

10º – Minas Gerais – 63 pontos

11º – Tocantins – 62 pontos

12º – Rondônia – 58 pontos

13º – Santa Catarina – 55 pontos

14º – Mato Grosso – 54 pontos

15º – Pará – 48 pontos

Abra a sua conta no maior site de poker do mundo clicando aqui.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.