COMPARTILHAR
Vitor Brasil - Campeão 6-Handed BSOP Brasília
Vitor Brasil - Campeão 6-Handed BSOP Brasília

Após as vitórias de Pedro Padilha no Freeroll Diamond e Thiago Crema no Top do Brasil, mais um título do BSOP Brasília foi para o 4bet Poker Team. Vitor Moreira, o Vitor Brasil, ficou com o título entre as 190 entradas do 6-Handed, levando o prêmio principal de R$ 49.100 e faturando seu primeiro título de BSOP.

Para ficar com o título, ele precisou passar uma mesa com nomes como Fabiano Kovalski, Bruno Desimoni e João Sydens. “É uma sensação muito boa, peguei uma mesa final bem complicada, três jogadores do Samba Team, amigos meus, que eu admiro muito, tanto como pessoa como no jogo”, contou o campeão. “É muito gratificante conseguir ganhar uma reta tão difícil quando o 6-Max, teve um field bem forte na mesa final, então estou bem feliz.”

Sobre o grande desempenho do time no BSOP Brasília, Vitor contou que não existe segredo. “É estudo, trabalho, dedicação”, explicou. “O Padilha e o Crema não, mas a maioria que vem aqui jogar nem tem tanta experiência live. Apesar de jogar há alguns anos não sou tão experiente, tentamos pensar nisso, estudar essa parte do live quando a gente vem, então acho que é colher os frutos mesmo de anos de estudo, não tem fórmula mágica, conta boa, é trabalho.”

VEJA MAIS: Poker é inclusão! João Paulo Trindade realiza sonho no BSOP Brasília e família agradece: “fomos surpreendidos”

Mais acostumado ao jogo online, o campeão também falou sobre as adaptações necessárias para o jogo ao vivo. “A gente precisa ficar um pouco mais atento em coisas que no online a gente às vezes usa softwares de ajuda, aqui temos que ficar o tempo todo focado, vendo qualquer showdown”, contou. “Então, para mim, o principal ajuste é o foco, preciso jogar mais focado mesmo jogando só uma mesa, no online costumo jogar focado porque jogo 20 mesas.”

Levando seu primeiro título do maior circuito do hemisfério sul, mas acostumado às cravadas online, ele contou que a vitória ao vivo traz um gosto diferente. “Ao vivo com certeza é mais gostoso, tem a torcida dos amigos, o troféu que é simbólico, mas algo que todo jogador dá valor, é mais interessante ganhar no live, com certeza.”

Confira a classificação final

1 – Vitor “Brasil” Moreira – R$ 49.100
2 – Leandro Ferreira – R$ 34.250
3 – Eduardo Laskoski – R$ 26.350
4 – Fabiano Kovalski – R$ 20.350
5 – João Sydens – R$ 15.080
6 – Bruno Desimoni – R$ 11.010
7 – Thiago Baptista – R$ 8.150
8 – Marco “Chacal” Cheida – R$ 5.750

Abra sua conta no maior site de poker do mundo clicando aqui.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.