COMPARTILHAR
Anderson Silva derrotou Chael Sonnen com uma torcida ilustre em 2012
Anderson Silva derrotou Chael Sonnen com uma torcida ilustre em 2012

Anderson Silva voltará aos ringues do UFC neste sábado (31). Em uma luta contra Uriah Hall, o curitibano de 45 anos fará aquela que pode ser sua última aparição no evento de MMA mais famoso do mundo. E na sua história repleta de triunfos, uma delas marcou a vida de muitos craques do poker brasileiro.

Não só quem estava lá, mas quem acompanhou pela TV no Brasil e no mundo se lembra do segundo confronto entre Anderson Silva e o polêmico Chael Sonnen. Considerado um dos maiores provocadores de todos os tempos no universo das lutas, Sonnen não poupou as palavras até o dia 7 de julho de 2012, quando entrou no octógono para ficar frente a frente com o brasileiro novamente.

VEJA MAIS: Circa Las Vegas é inaugurado com maior área de apostas esportivas do mundo

Em 2010, Silva e Sonnen se enfrentaram, e após uma disputa favorável ao americano, “Spider” conseguiu encaixar um triângulo junto de uma chave de braço no último round, suficiente para fazer o adversário se render. A polêmica surgiu logo após o fim dessa luta, e durou quase dois anos até eles se enfrentarem uma outra vez, porque Sonnen disse a todo momento que nunca tinha se rendido, e deveria ter vencido aquela batalha.

Após muito “trash talk”, os ânimos não só dos lutadores, mas de todos os fãs de MMA ficaram inflamados para o segundo duelo. Com uma joelhada e socos, Silva derrotou Sonnen por nocaute técnico, levando os brasileiros na MGM Arena, em Las Vegas, à loucura. E entre eles, André Akkari, Alexandre Gomes, Peter Patrício, Thiago Decano, Rodrigo Garrido e outros conhecidos do esporte da mente.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Visao privilegiada da surra do imbecil!

Uma publicação compartilhada por Andre Akkari (@aakkari) em

Todos eles estavam em Las Vegas para participar da WSOP e, curiosamente, o Main Event começou no mesmo dia 7 de julho. Mas os jogadores não quiseram saber das fichas. Foram todos prestigiar a luta que tinha tudo para ser – e foi – histórica.

Confira alguns tweets da época:

Anderson Silva tem 34 vitórias e 10 derrotas em sua carreira. Entre 2006 e 2013, ele consolidou uma sequência de 13 triunfos sem nenhum revés, assegurando o cinturão dos pesos-médios. Por essa dominância, “Spider” é considerado um dos maiores lutadores de todos os tempos.

VEJA MAIS: Jonathan Duhamel diz que poker é sorte para fugir de impostos; entenda

Aos 38 anos, Silva sofreu uma lesão grave na luta contra Chris Weidman, e teve que ficar de molho por mais de um ano. Ele voltou ao ringue contra Nick Diaz, em janeiro de 2015, mas foi pego no exame anti-doping logo após o embate. Depois de ficar mais um ano afastado e pagar uma multa de cerca de R$ 1,3 milhão como punição, “Spider” retornou ao UFC em 2016, mas desde lá, tem apenas uma vitória em cinco lutas.

O americano Uriah Hall, de 34 anos, promete fazer um jogo duro neste sábado. Hall tem 15 vitórias e 9 derrotas na carreira, e vem de dois triunfos, contra Bevon Lewis e Antônio Carlos Júnior. Eles se enfrentarão no UFC APEX, em Las Vegas, lugar destinado às lutas sem público neste momento de pandemia de Covid-19.

Confira o último episódio do Pokercast:

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

    Você concorda com os termos de uso do SuperPoker, que utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e armazena os seus dados acima solicitados sem finalidade comercial apenas para comunicação direta com você e acesso aos serviços do SuperPoker. Você pode solicitar a remoção dos seus dados pessoais do SuperPoker a qualquer momento.