COMPARTILHAR
Brasil fez quase toda a FT do Bounty Builder $162
Brasil fez quase toda a FT do Bounty Builder $162

É incontestável que o Brasil é um dos países mais relevantes no cenário do poker mundial, principalmente no online. Se nos torneios micro e low é normal ver mesas finais lotadas de brasileiros, nesse último domingo o país dominou de forma absurda o Bounty Builder US$ 162.

VEJA MAIS: Bruno Medalha arrisca 20 bbs, mas folda para 5bet de Kevin Martin; opine

Os sete primeiros colocados, em um field de 302 entradas, foram brasileiros. O título foi de Pedro Costa, jogador do Samba Team e dono da conta “AKgringoAK”, que ficou com o título e o prêmio de US$ 9.075. No heads-up, ele superou o compatriota e companheiro de time Diego Menescau, o “NesKau09”, que embolsou US$ 4.158.

Olívio Gontijo, o “bigfatfat”, do Step Team, completou o pódio e garantiu um prêmio de US$ 2.913. Vitor Ribeiro, o “AmazingPlay9”, também do Samba, foi quarto para US$ 2.171, seguido por Bio Salomão “slmzrj” (US$ 2.542), do 4bet Team, Célio “vinizuxo” Vinícius (US$ 1.902) e “Fabito_AK” (US$ 2.021).

VEJA MAIS: Há 11 anos, Lamborghini virou dor de cabeça para o PokerStars; entenda

Somados, os sete brasileiros levaram mais da metade do prize pool de US$ 45.300. A bolha da mesa final também foi verde e amarela, com Lucas Rocha, o “Rochinha2011”, do Samba Team, eliminado na décima colocação. A vida está difícil para os estrangeiros nos feltros virtuais.

Abra sua conta no maior site de poker do mundo clicando aqui.

Confira o último episódio do Pokercast:

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

    Você concorda com os termos de uso do SuperPoker, que utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e armazena os seus dados acima solicitados sem finalidade comercial apenas para comunicação direta com você e acesso aos serviços do SuperPoker. Você pode solicitar a remoção dos seus dados pessoais do SuperPoker a qualquer momento.