COMPARTILHAR
WSOP 2021 tem programação recorde de 88 eventos
WSOP 2021 tem programação recorde de 88 eventos

A WSOP divulgou, nesta terça-feira (15), o cronograma de eventos da edição 2021, que será realizada de 30 de setembro a 23 de novembro, no Rio All-Suite Hotel & Casino, em Las Vegas. A programação conta com o número recorde de 88 eventos de bracelete.

VEJA MAIS: Zagueirou? Estoniano vai pra três barris em FT e Felipe Ketzer agradece; opine

O Main Event, principal torneio do poker mundial, começará no dia 4 de novembro, contando com quatro dias iniciais. A estrutura traz 60.000 fichas inicias e blinds de 120 minutos. O Dia 2 está marcado para o dia 8, enquanto a mesa final deve ser decidida nos dias 16 e 17.

Os buy-ins vão de US$ 400 a US$ 250 mil, com eventos populares como Millionaire Maker, Monster Stack, Double Stack, Colossus e The Closer confirmados na programação. O dia de estreia conta com o tradicional evento Casino Employees, um evento de H.O.R.S.E com buy-in de US$ 25 mil e um evento de caridade Covid-19 Relief, com buy-in de US$ 1.000.

VEJA MAIS: Americano troca casamento por poker em Las Vegas e fatura US$ 367 mil

No segundo dia, 1º de outubro, tem o início o primeiro evento milionário da grade, o “The Reunion”, com US$ 5 milhões garantidos para um buy-in de apenas US$ 500. O evento de US$ 25.000 Heads-Up está confirmado para o dia 5/10, com a novidade sendo o cap de 64 entradas ao invés das 128 tradicionais.

World Series of Poker voltará à emissora que lhe colocou na TV pela primeira vez
World Series of Poker terá cronograma para todos os gostos em 2021

Inspirado no online, o calendário traz um evento de Flip & Go com buy-in de US$ 1.000. No formato, todos jogadores estão em all in automático na primeira mão, recebendo três cartas fechadas e escolhendo duas delas. Quando todas as mesas tiverem um vencedor, o torneio estará ITM e passará a ser jogado no formato tradicional.

VEJA MAIS: Landon Tice quebra AA e volta a abrir seis dígitos contra Bill Perkins

Para os críticos das reentradas, a WSOP reservou seis eventos de Freezeout NLH, ou seja, com apenas uma entrada permitida por jogador, em buy-ins de US$ 500 a US$ 5.000. O Seniors Event, que bateu recordes no ano passado, pela primeira vez contará com dois dias inicias, enquanto o prestigiado Poker Players’ Championship traz de volta o 2-7 NL Single Draw à estrutura, passando ter nove modalidades.

Também destaque na programação é um torneio que promete reunir nomes lendários do poker mundial, o “Poker Hall of Fame Bounty”, realizado antes do anúncio dos que passarão a fazer parte do grupo em 2021. Todos os membros do Hall da Fama do Poker terão entrada gratuita no torneio, que tem buy-in de US$ 1.979 (em homenagem ao ano de início da honraria) e é de No Limit Hold’em.

Enquanto não faltam opções mais acessíveis para os fãs de poker, aqueles que gostam de jogar caro também foram contemplados. Além do High Roller de PLO, com buy-in de US$ 50 mil, eventos de No Limit Hold’em de US$ 50.000, US$ 100.000 e US$ 250.000 fazem parte da programação.

Clique aqui para conferir o calendário completo da WSOP 2021

“Não se enganem, a WSOP de 2021 será pra valer e estamos nos preparando para casa cheia”, disse Ty Stewart, diretor executivo da série. “Através da lendária história da WSOP, esse ano será particularmente memorável e estamos nos preparando para uma reunião que todos os jogadores possam celebrar. Estamos extremamente empolgados para oferecer um calendário completo de eventos imperdíveis, incluindo todas as opções tradicionais e a variedade que os jogadores merecem”.

VEJA MAIS: Como largar o álcool mudou a vida de Phil Ivey: “Todas as áreas”

Jack Effel, vice-presidente e diretor de torneios da WSOP, também exaltou as expectativas para esta edição. “Nós não poderíamos estar mais animados para receber todos de volta em Las Vegas e no Rio”, disse. “O time inteiro da WSOP está trabalhando duro para garantir que os jogadores tenham a melhor experiência possível”.

Confira o último episódio do Pokercast: