COMPARTILHAR
Felipe Boianovsky campeão do High Roller do BSOP Millions
Felipe Boianovsky campeão do High Roller do BSOP Millions

Repetindo o que aconteceu na última edição, o High Roller foi o responsável por encerrar o cronograma de disputa do BSOP Millions 2019. Com o field gigantesco e uma excelente estrutura, que permite uma boa jogabilidade entre os competidores, o torneio encerrou com chave de ouro a temporada 2019.

O grande campeão do torneio foi o craque Felipe Boianovsky, que faturou a grandiosa forra de R$ 416.715, após um acordo no 3-handed. “Com uma filha eu tenho uma motivação real, que é colocar comida na mesa. É muito bom conquistar um título do BSOP, mas nesse momento outras prioridades acabam entrando”.

VEJA MAIS: Tá na Mão: Pedro Padilha explica fold na bolha do High Roller do BSOP Millions

A vitória no High Roller do BSOP Millions coroa uma excelente temporada do jogador. Em 2019, “lipe piv”, como é conhecido nos feltros online, já havia vencido um evento paralelo do EPT Barcelona e chegado muito perto no Evento #6-High do WCOOP. “Foram diversos resultados bons, agora com uma filha os resultados são muito bem vindos”, comentou.

Chegando na decisão com o quarto maior stack entre os finalistas, o jogador voltou com tudo no dinner break. Quando restavam sete jogadores, o profissional conseguiu a primeira dobra na decisão.

Pódio do High Roller do BSOP Millions
Pódio do High Roller do BSOP Millions

Logo na sequência, José Orlando deixou a disputa na sétima colocação e Leonardo Sausen foi eliminado em sexto. No 5-handed, Felipe começou a se movimentar mais e foi o responsável por eliminar Willian de Oliveira na quinta colocação.

Instantes depois, Julien Pieffet foi eliminado por Pedro Padilha e os jogadores paralisaram o torneio para a discussão de um deal. Mesmo com os valores ajustados, os finalistas estavam em busca da glória no maior circuito de poker do hemisfério sul. “Foi uma reta final muito boa, com uma estrutura excelente e com bastante espaço para jogar”, avaliou o jogador.

VEJA MAIS: Fernando Torreglossa supera mesa final estrelada e é campeão do 6-handed Knockout do BSOP Millons

Uma hora depois, Pedro Padilha foi o próximo eliminado e o chileno Amos Ben começou o heads-up com ampla vantagem. O brasileiro não se intimidou com o cenário adverso e conseguiu buscar a diferença. “O heads-up foi bem longo e cansativo. Senti que tinha bastante vantagem no duelo, mas é um duelo final e tem bastante variância. Ficamos trocando a liderança em diversas oportunidades e no final deu certo”, analisou o campeão.

Mesa final do High Roller do BSOP Millions
Mesa final do High Roller do BSOP Millions

Foram duas horas de confronto e diversas alternâncias no heads-up até Felipe confirmar a vitória. “Eu usei meu tempo de experiência, mas é difícil, principalmente depois de uma série inteira, com muitas horas de jogo todos os dias, vamos acumulando cansaço, mas a gente vai lidando com essas adversidades da melhor forma possível”, concluiu.

O jogador falou de uma motivação extra na reta final. “A minha filha veio torcer nesse finalzinho, dar um abraço nela no break é extremamente renovador. Ter a família do lado motiva muito mais, é até difícil explicar”.

Confira a classificação da mesa final:

1º – Felipe Boianovsky – R$ 416.715*

2º – Amos Ben (Chile) – R$ 387.144*

3º – Pedro Padilha – R$ 349.951*

4º – Julien Pieffet (França) – R$ 198.930

5º – William de Oliveira – R$ 156.040

6º – Leandro Sausen – R$ 122.250

7º – José Orlando – R$ 91.900

8º – Dario Hernando (Colômbia) – R$ 65.280

9º – Maxilimiliano Veyga (Argentina) – R$ 52.110

Abra a sua conta no maior site de poker do mundo clicando aqui.

DÊ CALL NO SUPERPOKER!

Turbine seu jogo, receba conteúdos exclusivos,
análise de mãos, chamadas para aulas ao vivo e promoções gratuitas.

Concordo com os termos de uso e privacidade do SuperPoker, que declara não repassar os dados a outras empresas.