COMPARTILHAR
Dêrso Souza levou o troféu para Salvador
Dêrso Souza levou o troféu para Salvador

A história de Uanderson Souza, mais conhecido como “Dêrso”, é uma das melhores entre os campeões do MasterMinds 14. O baiano de 28 anos joga online pelo 4bet Team e passou a pandemia focado nos feltros virtuais. Vacinado, com vontade de jogar poker live e a oportunidade de vir para São Paulo, ele partiu de Salvador com sua esposa, Mariana, rumo ao H2 Club.

Se a experiência de jogar ao vivo no clube e estar em São Paulo não fosse suficiente, Dêrso ainda coroou a viagem com o título do torneio Second Chance 30K. A vitória veio em um field de 300 entradas de R$ 100, rendendo R$ 8.520 pela cravada, um belo troféu e uma memória que o soteropolitano jamais esquecerá.

VEJA MAIS: Como assim? Fold absurdo de ucraniano salvou Pedro Costa no Sunday Million

“A emoção que eu tive foi muito grande, porque desde o final de 2019 eu não jogava live e, no meu Instagram, a maioria dos meus amigos e familiares não entendem como funciona o poker”, revelou. “Desde quando saí de Salvador eu fiz um diário pelos stories de como é uma viagem de um poker player e a rotina. Todos estavam na torcida, mandando muitas mensagens positivas.”

Mesa final do Second Chance do MasterMinds
Mesa final do Second Chance do MasterMinds

A vitória é mais um passo na direção da aceitação do poker por parte de sua família. “Um dia antes de eu vir, foi aniversário de minha avó e perguntaram muito sobre o poker e sobre a viagem”, relembrou o campeão. “O interesse deles, aumentou minha vontade de mostrar como funciona o esporte e que não é sorte, é realmente estratégia, teoria do jogo e autoconhecimento e estudo teórico para ganhar. E a torcida dos meus amigos me impulsionou mais ainda. Foi indescritível a força que veio para realizar tudo isso.”

VEJA MAIS: US$ 300 mil por 2 horas: Daniel Negreanu é o primeiro eliminado do SHRB VI

Curiosamente, Mariana, sua maior apoiadora, foi também a principal oponente do jogador no início do torneio. “Vim aqui apenas para jogar”, contou. “Joguei o Main Event mas não consegui passar pro Dia 2. Resolvi engatar no Second Chance. Joguei um tiro e minha esposa que joga recreativamente estava na mesa e ela me eliminou, uma dama com par de damas (risos). Resolvi então entrar na hora do intervalo, ia ser menos variância jogar a partir desse ponto do torneio.”

O baiano conhecei o poker em 2014 e trabalhou dois anos como dealer para construir seu bankroll. Em janeiro de 2020, decidido a trocar de lado na mesa e passar a ser jogador de live, foi obrigado a se voltar ao online devido à pandemia. Além de fazer parte da comunidade RegLife, os ensinamentos no time alavancaram a carreira do jogador. “Graças aos meus instrutores, Cristiano, Gabessa e o Caio Calmon e a toda equipe do 4-bet, eu tenho uma estrutura fantástica de aprendizado”, agradeceu. “Jogar pelo 4bet é bom o tempo todo, por que estamos em contato com os melhores jogadores e por isso você sempre tem que dar o seu melhor. A evolução é constante no 4bet. Tenho uma rotina de jogos e estudos quase todos os dias, só tiro um dia off poker na semana.”

VEJA MAIS: Cleide Sobrinho é a grande campeã do Main Event do MasterMinds 14

Dêrso agradeceu a todos que fizeram parte dessa experiência e foi só elogios ao clube. “Eu adorei o H2, a organização, os dealers, recepção ajudantes e garçons. Uma educação impecável de todos. Gostaria de fazer um agradecimento primeiramente a Deus, por sempre estar me guiando para eu obter os melhores resultados na minha vida e a um amigo especial, que me ajudou a ficar aqui em São Paulo, Etielson Ribeiro, você é o cara!”

Abra sua conta no maior site de poker do mundo clicando aqui.

Confira o último episódio do Pokercast: